Leila Jinkings - impressões imagéticas



domingo, 14 de agosto de 2011

Blog do Bené

 Postagem resgatada do Blog do Benedito Monteiro. Reproduzidas da reportagem  feita com Bené Monteiro para a Revista Isto É, com fotografias de Leila Jinkings, captadas no Porto do Sal.Adorei rever as fotografias e também a lembrança da reportagemsábado, 13 de setembro de 2008


BENEDICTO MONTEIRO - FOTOS DE LEILA JINKINGS






VEM DA AMAZÔNIA ESTA IMENSA POESIA



Vem da Amazônia este grande poema
esta grande e imensa poesia
que inunda a minha alma...

Vem da terra verde
onde as mãos das crianças acenando ao longe
parecem asas de pássaros
cansados...

Vem da planície verde este grito estranho
este grito bárbaro
que  já rompeu todas as florestas
e reboou em todos os igapós

Vem da Amazônia este grito forte
que tem a voz nova das crianças
e a poesia antiga da voz dos meus avós...

A Amazônia traz a poesia pacífica dos lagos
a harmonia bucólica dos campos
e o mistério lendário das águas e das matas
Traz a voz do caboclo acompanhando o rio
em tristes serenatas
Traz a voz do machado rouco
roncando dentro das selvas agressivas  
Traz o baque da árvore caindo em terra
gritando e rangendo
na música sublime das melodias vivas
Traz o poema das terras caídas
que levam vidas
e desfazem lares
Traz a tristeza das matas
e a beleza do céu nas tardes crepusculares

Tudo isto vem da Amazônia
o meu pensamento
 e até mesmo a conversa milenária
e caótica do vento
vagabundando por todos os recantos
desta terra moça
que o homem conquista e não domina

Tudo isto vem da alma semelhante
para mostrar a poesia maior e mais vibrante
que esta terra verde é .

Benedicto Monteiro

       fotos de Leila Jinkings

Postagem resgatada do Blog do Benedito Monteiro. Reproduzidas da reportagem  feita com Bené Monteiro para a Revista Isto É, com fotografias de Leila Jinkings, captadas no Porto do Sal.

Adorei rever as fotografias etambém  a lembrança da reportagem.


quarta-feira, 27 de julho de 2011

Grade

                                    Esperando a Santa. A Grade do CAN.


Prêmio de Fotografia A Juventude do Mundo pela Solidariedade Antiimperialista, pela Paz e pela Amizade, no Festival Mundial da Juventude realizado em Varsóvia, União das Repúblicas Socialistas Soviéticas - URSS, em 1985.
A Fotografia foi feita durante o Círio de Nazaré, em Belém do Pará

segunda-feira, 25 de julho de 2011

Milton Guran - reflexões sobre a fotografia

O depoimento de Guran é singular, enriquecedor. A visão da fotografia com funções de ciência, informação, poesia e a beleza das imagens são um presente que ofereço aos prezados visitantes deste blog.


Agradeço à Silvana, por ter me indicado o vídeo.

segunda-feira, 27 de junho de 2011

Dom Hélder


Dom Hélder Câmara escreveu diversos livros que foram traduzidos em vários idiomas, entre os quais, japonês, inglês, alemão, francês, espanhol, italiano, norueguês, sueco, dinamarquês, holandês, finlandês.
     Recebeu cerca de seiscentas condecorações, entre placas, diplomas, medalhas, certificados, troféus e comendas.
     Foi orador de massas no Brasil e no exterior, onde expressou, com densidade e força, seus ideais, posicionamentos, questionamentos religiosos, políticos e sociais. Foi distinguido com 32 títulos de Doutor Honoris Causa, vinte e quatro prêmios dos mais diversos órgãos internacionais. Diversas cidades brasileiras concederam-lhe cerca de 30 títulos de cidadão honorário.
     O Arcebispo D. Hélder Câmara é lembrado na história da Igreja Católica Apostólica Romana, no Brasil e no mundo, como um Apóstolo, que soube honrar o Brasil e usar o carisma de defensor da paz e da justiça para os filhos de Deus.

Fonte: Fundaj